Simplicidade é a chave para se viver melhor

Simplicidade é a chave para se viver melhor

Simplicidade normalmente é considerada como uma expressão externa, como por exemplo possuir poucas coisas materiais, usar roupas simples, não trocar regularmente de carro, não possuir muitas posses financeiras, enfim, ‘parecer’ simples.

Conceitos

Todos estes conceitos de simplicidade relacionados com o externo são falsos e superficiais. O conceito mais importante e talvez o mais profundo vem do uso da inteligência para SER simples, não se conformar com normas impostas ou julgamentos pré-estabelecidos por terceiros que praticamente não nos conhecem.

O conceito de simplicidade começa, antes de tudo, com um profundo processo de autoconhecimento e não com um mero ajustamento a um padrão particular externo que demonstra não ostentação.

A simplicidade autêntica só pode vir de dentro, do interior do SER HUMANO. Para isso começar a florescer, é de extrema importância começarmos a aprender nos desprender de nossos desejos fúteis é puramente consumistas, incitados, excitados, aguçados, pelas mídias e principalmente pela falta de pensamento crítico, de visão, de entendimento da mensagem que estão transmitindo.

Mídia

A mídia sempre será a mídia, as grandes corporações sempre serão as mesmas corporações, o que deve mudar é o INDIVÍDUO e sua maneira de pensar, de captar a mensagem, sua maneira de ver, de compreender, de ver, seu momento de despertar. Se isso não acontecer, tudo vai continuar do mesmo jeito. Tubarões comendo pequenos peixes e pessoas sendo transformadas em zumbis a mercê da indústria da comunicação e de tantas outras que sugam a vida de pessoas que simplesmente ainda não acordaram.

Nunca poderemos encontrar a simplicidade autentica a menos que intimamente sejamos livres. Anônimo.

Liberdade e Simplicidade

Estão intimamente ligados. Um não pode ser estudado, praticado, alcançado sem o outro. E os dois fazem parte de algo muito maior: A VIDA. E como está a sua vida? Presa numa tela de 5” ou num feed de notícias que não tem nada mais do que informações frívolas que tomam seu tempo, gastam seu dinheiro, aprisionam sua mente e demandam constante atenção como se fosse uma pessoa real.

Saiba usar as maravilhas tecnologiacas que estão disponíveis e seu horizonte vai se expandir cada vez mais.

Normalmente nossa mente é subliminarmente forçada a se apegar a uma crença, a uma ideia, a um valor externo. O desprendimento da mente destas crenças, destes julgamentos, jaulas que normalmente nos colocamos nelas, adjetivos que nos são rotulados, eleva a mente ao caminho da liberdade que é a verdadeira simplicidade.

Artistas, músicos, surfistas, góticos, enfim, não passam de ‘rótulos’ sociais. Eu escolho não me enquadrar. Mesmo porque eu tenho características de um e de outro ‘rótulo’ que acaba me confundindo. Nem eu saiba como me ‘qualificar’, quanto mais o outro.

É pela tentativa do entendimento desta condição da necessidade desprendimento e da interiorização da investigação das complexidades íntimas do ser que nos tornamos livres e sensíveis, perceptíveis ao que o externo isolado significa.

Deseje ser você mesmo

A simplicidade começa a aparecer quando ‘não queremos ser alguém’, quando ‘não nos comparamos’ para podermos estar contentes ou tristes.A verdadeira Liberdade é muito difícil de ser explicada e ao mesmo tempo compreendida mas significa ser ‘ninguém’, sem comparação, aqui neste mundo, nesta sociedade, criação humana que se perdeu enquanto espécie.

A vacuidade da mente que não deseja, o Budismo diz que a origem do sofrimento está no desejo incoerente, não julga, não se deixa levar pela ideia da mídia, dos amigos, das corporações, dos patrões, ladrões, é uma mente propensa a ser simples, livre.

Gostaria de comentar?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *