Procedimentos multifocais

Procedimentos multifocais

Neste tema de ‘Procedimentos Multifocais’, o processo de observação deve ser constantemente ampliado, expandido, revisto e reeditado para melhorar nossa percepção ambiental e espacial.

Este exercício é de vital importância para a interpretação acurada do que está acontecendo a nossa volta e para a expansão do nosso conhecimento, nos situarmos no agora, naquilo que realmente está acontecendo. Vou descrever alguns pontos importantes que devem ser levados em consideração.

Pontos principais dos procedimentos multifocais

  • Quando este processo de observação apurada e de percepção ambiental são feitos com atenção redobrada, aumentam as possibilidades de contemplação e expandem as alternativas para a busca de resultados apropriados para o problema a ser resolvido.

  • É importante sempre lembrar que a busca para a aquisição e expansão do conhecimento não deveria conhecer limites, muito menos é delimitada por uma forma predefinida. Se você acredita que há limites para até onde a mente pode ser expandida, pense outra vez.
  • Sempre há possibilidade para a expansão mental e aquisição de novos conhecimentos. Este processo é um ‘organismo vivo’ em constante mutação, assim como o próprio ser humano em sua característica de animal evolutivo. A busca pelo autoconhecimento é constante e infinita.
  • A leitura da memória histórica, sem crítica prévia, só nos relembra fatos imprecisos ocorridos no passado. Esta leitura não necessita de ‘algo novo’ que poderia ser alcançado com a ‘arte da dúvida’ por exemplo. Isto resulta no confinamento da liberdade de pensar, encaixotando a mente em lembranças desformes do passado.

  • Este processo é parecido com uma ‘viagem interplanetária’ na qual ‘saio do meu mundo’ e vou buscar algo novo.
  • Procuro encontrar algo que está situado além das minhas memórias. Isso é sinônimo de expansão, evolução e libertação do que é convencional.
  • A arte da pergunta como forma de ‘vacina’ contra o ‘controle intelectual’ que é causado pela falta de questionamento, pela simples aceitação de tudo.
  • Quem aceita tudo não se preocupa com nada e, consequentemente, se torna uma presa fácil nas mãos dos manipuladores de informação.
  • A dúvida e a insegurança intelectual em relação àquilo que era imutável devem ser encarados como níveis motivacionais para a procura profunda por conhecimento.

Para mais informações sobre este assunto, leia o livro Inteligência Multifocal de Augusto Cury. Essencial para quem deseja evoluir e conhecer mais sobre os processos mentais que ocorrem sem que percebemos mas que podem ser controlados e treinados para nos ajudar a crescer mentalmente.

Gostaria de comentar?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *